Carregando...

31 de julho de 2014

Flickr lança programa de licenciamento comercial de fotos

Flickr MarketPlace/Reprodução

A venda de fotografias pela internet acaba de ganhar mais um forte personagem. O Flickr, famoso site de compartilhamento de imagens que pertence ao gigante tradicional Yahoo! anunciou, através de seu blog em inglês que está trabalhando em uma nova experiência em licenciamento de imagens, o Curated Connections. O site afirma que a comunidade presente no Flickr é talentosa, o que faz dele um ótimo lugar para a fotografia, e acredita que há enormes oportunidades para compartilhar os momentos originais dessa comunidade com o mundo. De uma forma um tanto vaga e pouco palpável, o Flickr disse que está "animado em introduzir um novo jeito de você fazer parceria com agências de fotografia, editores, blogueiros e outra mentes criativas que procuram conteúdo original como o seu". Se você utiliza os serviços do Flickr com frequência e está interessado em ser reconhecido financeiramente por seu trabalho fotográfico, este anúncio é um chamariz dos bons. O post publicado no blog do Flickr relata que a equipe de curadoria deste novo projeto vai "prestar assistência, divulgação e conectividade para ajudá-lo a licenciar suas fotos" e que os curadores chegarão até você via Flickr Mail e fornecer detalhes sobre o programa e sobre oportunidades interessantes e confiáveis para sua "fotografia excepcional". Além das oportunidades de licenciamento com as agências de fotografia, o Flickr estabelecerá formas de mostrar as fotos de seus usuários em seu próprio blog e outras propriedades do Yahoo! como o Yahoo Notícias e o Yahoo Viagens. 

Vejo este anúncio como uma forma do Yahoo correr atrás do tempo perdido pois hoje existem outros locais na internet, como o 500px Prime, estabelecendo meios para as pessoas do mundo inteiro, artistas ou amadores, conseguirem vender suas fotos. E vale lembrar que, tirando o Facebook, com suas bilhões e bilhões de fotos compartilhadas, podemos dizer que o Flickr que possui pelo menos uns 5 bilhões de fotos em seus servidores, é um dos bancos de imagens mais completos da Internet atualmente. Pode procurar, lá você realmente acha de tudo e mais um pouco. Seria um desperdício não utilizar esse grande acervo para fins comerciais.

Também é mais uma das iniciativas que mostram como a "economia do bico" está afetando as grandes agências fotográficas e profissionais jornalistas e fotógrafos. Realmente, hoje é mais fácil e cômodo para os meios de mídia ir diretamente até a fotografia em destaque e licenciá-la através de um banco de imagens do que pagar um cheque no final do mês a um funcionário específico para realizar o trabalho de conseguir uma determinada fotografia.

Fica a curiosidade para saber como o Flickr fará para tornar esse processo em uma maneira simples de licenciar o trabalho fotográfico de seus membros, seja eles profissionais ou apenas entusiastas da fotografia digital. Como afirmou o Flickr, eles vão lidar com o "trabalho tedioso e mantê-lo focado em tirar ótimas fotos". Tomara!

Bom, eu já me inscrevi e estou aguardando um bem-vindo contato. A minha galeria no Flickr não possui nem 300 fotos, mas isso não impede de me orgulhar delas e esperar um "algo mais" do que visitas, faves e comentários. Isso é bom para o ego. Agora fiquei interessado em algo bom para o bolso...
Mensagem do Flickr MarketPlace para membros inscritos (clique para ver maior)

Também ficou interessado? Possui fotos que acha que podem dar lucro a você?  Então corra neste link e se inscreva para ser considerado para o programa e receber futuras informações por email.

UPDATE: O Flickr finalmente iniciou a comercialização de seu acervo, mas não exatamente como eu esperava. Foi habilitada no menu superior do site uma guia intitulada "CRIAR". Um post no Flickr Blog, do dia 20 de novembro de 2014, detalha como 50 milhões de imagens licenciadas e Creative Commons estão disponíveis agora no Flickr Wall Art, um lugar onde você pode encomendar "impressões com qualidade de museu" para decorar sua casa ou escritório. Você pode escolher dentre o acervo disponibilizado pelo Flickr via Creative Commons ou escolher uma de suas fotografias enviadas ao site. Para esse conjunto de 50 milhões de fotos escolhidos a dedo, a empresa vai dar 51% das vendas para os seus criadores. Para as imagens Creative Commons, Yahoo vai manter todas as receitas. Ou seja, nem todos que compartilharam fotos no Flickr usando uma licença CC serão recompensados financeiramente por isso.


Ou seja, na prática, quem estava animado em poder comercializar fotos no Flickr, deve esperar mais um pouco e torcer para que o Flickr comece a recompensar os autores que possuem fotos no acervo Flickr Wall Art e depois torcer mais um pouco para que alguém goste muito de sua foto e queira ter essa foto emoldurada na parede. Somente aí é que você receberá algo por seu trabalho fotográfico.
Por enquanto estou um pouco decepcionado, mas vou esperar que o Flickr lembre algum dia de criar um serviço semelhante a um Stock Photo, onde poderíamos licenciar as fotos para serem utilizadas em qualquer meio midiático, pois não é toda hora que encontramos pessoas dispostas a preencherem suas paredes vazias com fotos impressas em qualidade de museu.

UPDATE 2: Infelizmente o espaço de licenciamento de fotos do Flickr não vingou, e foi anunciado seu encerramento em setembro de 2016. (Informação obtida via TechCrunch)
 

Caso queira saber ainda mais, visite estas referências (em inglês): 

0 comentários:

Postar um comentário

Use seu Facebook para comentar!

 
Mostre algo mais!
TOP